Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

AntiBlogue

by Tímido

AntiBlogue

by Tímido

liekedin_final.png

Inicialmente, julguei que isto seria um problema exclusivo da minha network, ou talvez do ramo em que trabalho, mas pesquisas recentes indicaram-me que muitas outras pessoas, fora da minha rede, também mentem no Linkedin.

 
Ponto prévio: eu também minto no Linkedin (estendo o período de duração de um projecto por mais uns mesespara evitar períodos em branco” e assim disfarçar a falta de trabalho na empresa que me paga o salário). É o que podemos comparar às “little white lies”, mentirinhas inofensivas que visam o bem-estar ou o evitar de conflitos, e isso, não deixando de ser uma falta à verdade, não é aquilo que me choca.
 
Por exemplo, uma pessoa que julguei conhecer parece ter-se "enganado" no número de anos em que esteve a chefiar uma área, acrescentando 3 anos ao ano, no singular, em que efectivamente desempenhou essa função. Uma outra ex-colega também optou por distender um cargo.
 
Ainda mais grave, uma pessoa que trabalha nos recursos humanos declarava no seu perfil ter Licenciatura e Pós-Graduação em Recursos Humanos, manifestou desconhecer algo tão básico do Código de Trabalho como a inclusão das deslocações de e para o local de trabalho quanto à abrangência do seguro de trabalho, apesar de assim o Código de Trabalho o mencionar, taxativamente, nos Artigos 8.º, 9.º e 10.ºe de constituir apenas senso comum. (Não estou a colocar em causa a efectiva formação da pessoa em questão, porque afinal, a cabal incompetência está longe de ser um mito.)
Mas isto é apenas a ponta do icebergue…

Ele há pessoas que inventam do ar cargos que nunca existiram de todo, que mencionam graus académicos que não possuem (nem à la Relvas), vasta experiência em temas que afinal, quando confrontados no dia-a-dia, parece que se chegaram a ver de perto, terá sido numa outra encarnação…
 
Ainda por cima algumas destas mentiras são facilmente verificáveis e deixam-me um travo de perplexidade. O que nos leva a outro tema… De que valem os CVs e os perfis de Linkedin para conquistar um emprego? 

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2