Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AntiBlogue

Blogue dum casal real, anti-fashion, anti-fit e anti-top. Detestamos correr, praia no Verão e berros de crianças. Gostamos de viajar, comer, música, livros, vegetar em frente à TV, saldos, limões e sobretudo um do outro.

AntiBlogue

Blogue dum casal real, anti-fashion, anti-fit e anti-top. Detestamos correr, praia no Verão e berros de crianças. Gostamos de viajar, comer, música, livros, vegetar em frente à TV, saldos, limões e sobretudo um do outro.

Doente crónica como sou, posso dizer que já passei por uma verdadeira panóplia de profissionais de saúde, sobretudo médicos. Sou a maior fã do SNS e dos seus trabalhadores, que admiro infinitamente. Já passei por alguns médicos realmente excepcionais (tanto no SNS como no privado), outros bons mas menos marcantes, uns sem uma manifesta vocação para lidar com pacientes (o que não significa que não sejam excelentes nas questões técnicas), uns um bocado parvos (uma oftalmologista betinha do HGO que me ficará para sempre na memória por não lhe apetecer responder às minhas perguntas, e um endocrinologista que não estava interessado em ouvir os sintomas, por exemplo). Mas foi preciso cortar um bife a um dedo e ter de recorrer ao atendimento de urgências de um Centro de Saúde da minha zona (que não o meu Centro de Saúde habitual) para encontrar um médico que:

  1. Trocou, no relatório que fez para o HGO, a direita com a esquerda (enganou-se no membro ferido, mas acontece a todos, isso dou de barato);
  2. enquanto a enfermeira me limpava o dedo, que sangrava profusamente, com soro fisiológico, observava de perto e perguntou "isso é água oxigenada?". Isto acho muito grave. Não sei se o doutor estava com os copos ou era mesmo ignorante (toda a gente sabe a reacção que a água oxigenada faz com o sangue, certo? Seria de esperar que o médico de serviço também soubesse...). Sei que eu e a enfermeira deixámos cair o queixo e respondemos em uníssono "soro..." (e para dentro, mas a transparecer pela expressão facial um enorme "duhhh"). Um grande #thumbsdown para este médico.