Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AntiBlogue

Blogue dum casal real, anti-fashion, anti-fit e anti-top. Detestamos correr, praia no Verão e berros de crianças. Gostamos de viajar, comer, música, livros, vegetar em frente à TV, saldos, limões e sobretudo um do outro.

AntiBlogue

Blogue dum casal real, anti-fashion, anti-fit e anti-top. Detestamos correr, praia no Verão e berros de crianças. Gostamos de viajar, comer, música, livros, vegetar em frente à TV, saldos, limões e sobretudo um do outro.

Pois é, eu faço mesmo jus ao nome. Anti-social (desde) sempre.

Não é por não gostar das pessoas, que até, em particular, vou gostando de algumas e, mesmo quando contrariada, conheço pessoas novas acabo por dar o braço a torcer e achar que é muito bom. Mas ir propositadamente ao encontro de pessoas, ainda por cima em grupos, não é mesmo para mim. Bem sei que os introvertidos são uns incompreendidos, mas o resto de vós, por favor, pelo menos tentem colocar-se no nosso lugar. Socializar drena-nos a energia, ao passo que aos extrovertidos recarregam baterias com a energia que retiram destes ambientes. Nós, depois de um encontro social, barulho, risadas (que são coisas que nos exigem esforço, apesar de saírem naturalmente), só queremos fugir para o nosso silêncio e voltar a encontrar a sintonia com o nosso íntimo.

 

Especificamente, conhecer colegas de blogosfera... Pá, não. Obrigadinha, mas não. Primeiro coloca-se a questão da privacidade, que aprendi a não abdicar. (Já lá vai o tempo em que ia descurando aos poucos esta vertente e já meio mundo sabia do blog, já toda uma intrusão do meu mundo escapava para quem devia e para quem não devia.) É bem mais interessante conhecer bloggers que não fazem puto ideia de quem eu sou ou fui. Segundo, e se as pessoas são todas iguais aos seus blogues? Vão desatar tod@s a fazer abdominais e burpees e falar mal dos vestidos e (credo!) mostrar os joanetes ao sunset e comprar fraldas, de gin com pimentas na mão? E eu, ficava ali a um canto a ser invisível e a beber rum? Nah, ide vocês que eu fico aqui a apreciar a minha vista para o Tejo.