Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

AntiBlogue

Blogue dum casal real, anti-fashion, anti-fit e anti-top. Detestamos correr, praia no Verão e berros de crianças. Gostamos de viajar, comer, música, livros, vegetar em frente à TV, saldos, limões e sobretudo um do outro.

AntiBlogue

Blogue dum casal real, anti-fashion, anti-fit e anti-top. Detestamos correr, praia no Verão e berros de crianças. Gostamos de viajar, comer, música, livros, vegetar em frente à TV, saldos, limões e sobretudo um do outro.

Dizer coisas chocantes e polémicas sobre um tema que o público-alvo leve muito a peito (como a maternidade e a amamentação, por exemplo). Pode não ser o modo mais honesto, certamente não é o modo mais interessante de gerar tráfego, mas não deixa de ser inteligente, legal e perfeitamente válido.

Dizê-lo mais com o claro intuito de agitar as águas e gerar cliques (logo, negócio)* do que por ser a opinião honesta de quem o diz é que me faz franzir um bocado o nariz. (O que me lembra, os temas escatológicos também parecem ser atraentes para o públicozinho.). A blogocena está a ficar descaracterizada e muito pouco genuína, ou é impressão minha?

 

 [Não é necessário ter um "gestor do blogue" ou fazer cursos de como ter um blog de sucesso para perceber isto, certo?]

 

 

3 comentários

Comentar post